Anualmente, a Forbes concebe uma lista de jovens promessas que ditaram cartas em diversas áreas, a “30 Under 30”. A categoria Sports & Games visa as personalidades que se destacaram na indústria de gaming e desporto, que curiosamente contém jovens ligados aos eSports. E são quase metade ligados ao desporto eletrónico, demonstrando o impacto que as competições profissionais têm na atualidade.

A lista com os 30 nomes foi concebida por um júri composto por quatro personalidades ligadas às indústrias visadas: a atleta de atletismo Dina Asher-Smith, Jason Levien, CEO da DC United, Carlos Rodriguez CEO e cofundador da G2 Esports e Johan Sundstein cofundador da OG. Nessa lista há um nome português: Catarina Macedo, gestora de programas da Xbox em São Francisco, ligada sobretudo funcionalidades sociais de produtos como o Game Bar e a aplicação beta da Xbox para PC.

Jogos como CS: GO, Rainbow Six Siege e League of Legends também catapultaram jogadores profissionais para o estrelato. Ao todo, 14 atletas de eSports foram distinguidos, entre eles Nicolai “dev1ce” Reedtz da Astralis e Olof “olofmeister” Kajbjer da FaZe Clan a representar Counter-Strike; Niclas “Pengu” Mouritzen da S2 Esports de Rainbow Six Siege e o seu colega de equipa de LoL, Marcin "Jankos" Jankowskiu.

Ainda no que diz respeito ao gaming, Jan Rosner, Senior Business Development Manager da CD Projekt RED consta na lista, assim como Lana Zgombic, produtora na Bossa Studios.

E no que diz respeito ao desporto físico? A lista destaca a futebolista Ada Hegerberg, avançada do Lyon; a jovem skater de 11 anos, Sky Brown, da Team Great Britain; a tenista romena Simona Halep; e o defesa espanhol do Arsenal, Hector Bellerin.

esports personalidades

Com esta lista, a Forbes passa a mensagem que seja no campo dos desportos ou à frente ou “atrás” dos computadores, deixa de haver distinção no desporto, seja ele físico ou eletrónico.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.