O Reno Ace é o novo smartphone topo de gama da Oppo, lançado hoje no mercado, que apresenta especificações poderosas que o torna apetecível no gaming, seja a nível de hardware como as suas otimizações de software. O smartphone apresenta no seu interior um poderoso Snapdragon 855 Plus da Qualcomm, versões até 12 GB de RAM LPDDR4x e até 256 GB de armazenamento flash USF 3.0.

E para extrair ainda mais performance deste conjunto, por si poderoso, a fabricante introduziu a tecnologia a qual chamou Frame Boost, um sistema de otimização vocacionada para utilizações mais “violentas” como é o caso do gaming. É referido que esta otimização consegue aumentar a estabilidade dos frames por segundo da imagem em cerca de 40%.

De forma a promover o dispositivo no seio do universo gaming, sobretudo competitivo, a fabricante estabeleceu duas importantes parcerias. A primeira foi com a organização chinesa de eSports FunPlus Phoenix (FPX), uma parceria de promoção global, embora não tenham sido adiantados muitos detalhes.

A segunda parceria foi com a Riot Games, tornando a Oppo uma parceira a nível mundial, para todas as competições internacionais de League of Legends, válido até 2024. Atualmente os smartphones da Oppo já estão a ser promovidos no League of Legends World Championship, a decorrer em Berlim, onde a FPX se encontra a disputar a fase de grupos.

A parceria entre a Oppo e a Riot Games não poderia ter surgido em melhor altura, visto que ontem a editora anunciou diversos novos jogos baseados no universo de League of Legends, Wild Rift, a nova versão do multiplayer online battle arena 5v5 que foi desenvolvida especificamente para consolas e dispositivos móveis com sistemas Android e iOS. De acordo com a Riot Games, Wild Rift foi construído “de raiz”, mas promete manter o espírito original do MOBA. Ao título chegam novos gráficos e uma jogabilidade adaptada às diferentes plataformas. Em vez de batalhas de 45 minutos, por exemplo, o título foca-se em combates entre 15 a 18 minutos, tendo também um mapa mais adequado a este tipo de confrontos.

Ainda no que diz respeito ao Oppo Reno Ace, os smartphones direcionados ao gaming necessitam de boas soluções de refrigeração e a Oppo afirma que o Reno Ace utiliza materiais baseados em fibra de carbono designado por “ice carbon”, capaz de aumentar a condução térmica na direção vertical três vezes mais eficaz que as soluções de silicone. Tem ainda múltiplas camadas de grafite e cobre que ajudam a dissipar o calor.

Smartphones poderosos requerem autonomia e a solução proposta pela Oppo é uma bateria de 4.000 mAh, mas suportado pelo sistema de carregamento rápido que a fabricante chamou de Super VOOC, de 65W. Na prática é suposto carregar totalmente a bateria em 30 minutos, mas adianta que com 5 minutos de carga é possível utilizar o smartphone por duas horas.

O Reno Ace chega ao mercado chinês no próximo dia 17 de outubro. A versão 8/128 GB de RAM/armazenamento vai custar 422 dólares, a versão 8/256 GB custará 450 dólares e a combinação 12/256 GB.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.