Na semana passada, a SaW conseguiu ultrapassar a primeira fase do difícil qualificador europeu da FLASHPOINT, já que contava com 465 equipas e apenas os quatro melhores passariam à fase final com 32 formações, com lugar apenas para duas viajarem em março para Los Angeles para as finais. O evento contou com uma presença substancial de equipas portuguesas, incluindo a FTW Esports e EGN.

A equipa recém-formada por Stadodo, Just e outros jogadores da Vodafone Giants começa a mostrar serviço e no novo lote de organizações constam nomes como a Movistar Riders, HellRaisers, GamerLegion, BIG, Team Heretics e outros nomes que elevam a elevam a dificuldade. Apenas dois dos 32 vão passar ao evento presencial da FLASHPOINT, que decorre entre os dias 3-5 de março em Los Angeles.

Esta fase de qualificação tem um prémio global em disputa de 10.000 dólares, a qualificação direta para os dois finalistas e 3.750 e 2.000 dólares respetivamente. Até ao oitavo lugar há prémio monetário, com 750 dólares para o 7-8º classificado. O primeiro encontro da SaW, marcado para amanhã, dia 14 de fevereiro, será contra a russa Gambit Youngsters.

cs: GO

As equipas europeias vão juntar-se a outras qualificadas da América do Norte e do Sul na Global LAN em Los Angeles. O FLASHPOINT é esforço conjunto de diversas organizações ligadas aos eSports, como a Mad Lions, Dignitas, Cloud9, entre outras, pretendendo dar novo fôlego à competição. Sobretudo conseguir criar um ecossistema mais sustentável e lucrativo para as organizações participantes, mas ao mesmo tempo oferecer entretenimento de grande qualidade. O evento em si, foi inspirado nos eventos de WWE e UFC.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.