A 'lenta morte' do 'catenaccio': Mancini bate recorde defensivo com 60 anos na seleção italiana
Ao empatar com a uma bola com a Ucrânia, num amigável realizado em Génova, a seleção italiana de futebol aumentou para oito o número de jogos sempre a sofrer golos. Para uma seleção conhecida pela forma como defende, estes são números que preocupam.

Para encontrar um registo semelhante, é preciso recuar até 1958, para encontrar esta sequência negativa a sofrer golos.

O último jogo sem sofrer golos por parte da Squadra Azzurra foi precisamente há um ano, quando empatou a zero bolas frente a Suécia, no play-off de apuramento ao Mundial2018, que viria a falhar. De lá para cá, foram oito jogos sempre a sofrer golos, com apenas uma vitória pelo meio.

O técnico Roberto Mancini tem muito que se preocupar.

Esta quarta-feira, no Estádio Luigi Ferraris, a Itália marcou primeiro por Federico Bernardeschi aos 55 mas aos 62 Ruslan Malinovsky empatou para os ucranianos. Apesar do domínio, a Itália não conseguiu vencer. O jogo marcou a estreia de Piccini, jogador que trocou o Sporting pelo Valência esta época.

O  jogo ficou ainda marcado pela homenagem às 43 vítimas mortais da queda da ponte Morandi, em Génova, onde se realizou a partida. Ao minuto 43, o jogo foi interrompido para um minuto de aplausos.

No domingo a Itália defronta a Polónia para a Liga das Nações. Os polacos jogam hoje com Portugal para a mesma prova.

Os oito jogos da Itália sempre a sofrer golos

Itália 0-2 Argentina

Itália 1-1 Inglaterra

Itália 2-1 Arábia Saudita

Itália 1-3 França

Itália 1-1 Polónia

Itália 0-1 Portugal

Itália 1-1 Ucrânia

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.