A Espanha goleou a Argentina numa noite de humilhação para a seleção orientada por Jorge Sampaoli. Num encontro em que os espanhóis não deram hipóteses, o resultado terminou com meia dúzia de golos para a formação de Lopetegui e apenas um para a Argentina.

Isco foi o homem do jogo ao assinar um 'hat-trick'. Diego Costa, Thiago Alcântara e Iago Aspas também marcaram num encontro que ficará na memória dos argentinos durante bastante tempo. Sem Messi que ficou de fora devido a lesão, Otamendi fez o tento de honra numa altura em que a Espanha 'apenas' vencia por 2-0.

A Espanha ainda sentiu algumas dificuldades iniciais, mas Higuáin, como já aconteceu ‘demasiadas’ vezes na seleção, falhou um golo de baliza ‘aberta’, aos oito minutos, e, na resposta, Diego Costa, a atuar em ‘casa’, adiantou a Espanha.

Os argentinos ainda foram equilibrando o jogo, mas, aos 27 minutos, a eficácia espanhola ‘falou mais alto’, com Isco a marcar o seu primeiro golo, após a segunda assistência de Asensio.

Na sequência de um canto, e com culpas para De Gea, Otamendi ainda reduziu, aos 39 minutos, mas, no início da segunda parte, a Espanha ‘acabou’ com o encontro, com golos de ‘rajada’ de Isco, aos 52 minutos, e Thiago Alcántara, aos 55.

Os golos iam aparecendo aos pares e, aos 73 e 74, a Espanha chegou à meia dúzia, primeiro por Iago Aspas, servido por De Gea, e depois com o ‘hat-trick’ de Isco, que viria a ser substituído aos 76, para a ovação.

Na parte final, o sportinguista Marcos Acuña ainda entrou, aos 84 minutos.

Os espanhóis mantiveram, assim, a invencibilidade na ‘era’ Julen Lopetegui: sob o comando do ex-treinador do FC Porto, somam 13 vitórias e cinco empates, em 18 jogos, depois do desaire por 2-0 com a Itália, nos oitavos de final do Europeu de 2016.

Recorde-se de que Espanha e Argentina estão ambas qualificadas para o Campeonato do Mundo e são vistas como potenciais favoritas a vencer a competição. Os espanhóis estão no grupo de Portugal juntamente com o Irão e Marrocos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.