Shoya Nakajima voltou a ser opção na seleção do Japão. O extremo do portimonense esteve presente na derrota dos nipónicos por 2-1 tendo alinhado nos últimos 10 minutos do encontro.

Depois de se ter estreado com um golo, o extremo acabou por não ter influência na partida do Japão que esteve a perder logo aos 21 minutos após um autogolo. Makino ainda empatou andes do intervalo, mas no segundo tempo os ucranianos voltaram a marcar para triunfar neste amigável.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.