O amigável entre o Chile e a Coreia do Sul, disputado na madrugada desta terça-feira, terminou a empatado a zero bolas mas o resultado é o que está a dar menos que falar.

O jogo ficou marcado por um pormenor delicioso de Heung-Min Son, jogador coreano do Tottenham que já está a tornar-se viral: logo aos dois minutos, o jogador ganhou a bola a Arturo Vidal na zona do meio-campo e depois conseguiu fazer passar o esférico por entre as pernas do médio Diego Valdes, fazendo um gesto técnico que era muito popular em Zidane. Um pormenor delicioso mas que não agradou ao médio chileno.

Veja o lance!

No final do jogo, Valdes foi apanhado a fazer um gesto considerado racista, um estereótipo sobre os olhos dos asiáticos. O médio já pediu desculpas mas o seu gesto não deverá passar impune.

"Em relação à fotografia que está a circular nas redes sociais, nunca foi minha intenção [ofender]. Peço desculpas a quem tenha sentido ofendido com o gesto", disse o jogador, numa publicação citada pelo jornalista Matias Grez, da CNN.

Quem desvalorizou o gesto foi Reinaldo Rueda, selecionador do Chile, durante a conferência de imprensa após o jogo. Questionado sobre o gesto do seu jogador, Rueda negou-se a pronunciar, explicando que estava aí para falar de futebol.

Recentemente, o médio colombiano Edwin Cardona foi punido com cinco jogos de suspensão por fazer o mesmo gesto, considerado racista, num jogo frente a a mesma Coreia do Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.