Com dois treinos à porta fechada, o técnico do Kabuscorp do Palanca Eduard Antranick escondeu a estratégia para o jogo de sexta-feira com o Zamalek do Egito, no estádio 11 de Novembro, e assegura que fará mexidas na equipa inicial de modo que se produzam os golos de que precisa para ultrapassar a eliminatória.
Em declarações à imprensa ao longo da semana de preparação, tendo em conta a partida da segunda mão dos 16 avos de final da Liga de Clubes Campeões de África, o treinador acredita ser perfeitamente ultrapassável a desvantagem de 0-1 da primeira mão, apesar de caraterizar o adversário de “forte”.
“Vamos jogar com um adversário muito forte”, frisou, acrescentando que prepara a equipa para marcar golos e garantir a qualificação.
Para o efeito, o técnico búlgaro, campeão nacional em título, solicita o apoio incondicional do público e crê que lotarão o estádio 11 de Novembro às 15h30.
Eduard Antranick reiterou que, a jogar em casa, com o apoio do público, o Kabuscorp é capaz de virar o resultado e seguir em frente.
Na eliminatória anterior, a formação do Palanca afastou o Côte d'Or das Ilhas Seychelles com vitória de 2-1 fora de casa, depois do triunfo em Luanda de 5-1.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.