O presidente de Mesa da Assembleia-Geral do Sagrada Esperança da Lunda Norte, Ernesto Muangala, assegurou hoje, sábado, que o clube tem recursos financeiros para "suportar" a sua participação na Taça da Confederação Africana de futebol, em 2021, caso for indicado para representar o país na competição continental.

Ernesto Muangala falava à imprensa quando reagia à decisão da anulação das competições nacionais (Girabola2019/20 e a Taça de Angola), devido à Pandemia da Covid-19, e a indicação de um provável representante na também conhecida "Taça Nelson Mandela".

Sem avançar o montante,   o responsável afirmou que a direcção da Endiama, principal patrocinadora do grémio lunda, tem as condições financeiras criadas para tal desiderato.

A par da questão relacionada com o poder financeiro, Ernesto Muangala sublinhou que, em termos de justiça, o Sagrada Esperança teve uma prestação positiva na Taça de Angola e não será um escândalo a sua indicação.

O Sagrada Esperança chegou até às meias-finais na Taça de Angola, deixando para o caminho um dos grandes do futebol angolano, Petro de Luanda, e estava a um passo da final, em caso de uma vitória ou empate diante o Interclube na segunda-mão das meias-finais, depois de o derrotar na primeira-mão (3-1).

Relactivamente à indicação do Petro de Luanda e do 1º de Agosto como representantes angolanos na Liga dos Clubes Campeões Africanos, considera justa, a julgar pelas posições na tabela classificativa, até a anulação do Girabola.

Defendeu uma boa preparação das equipas angolanas, para estarem aptas e em condições de disputarem em pé de igualdade com os "colossos" do futebol africano.

O Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão "Girabola2019/20" foi anulado, por consenso entre os 15 clubes participante na prova, devido à covid-19.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira, no final de um encontro entre membros da Federação Angolana de Futebol e das colectividades da competição nacional.

Interrompida em Março, quando faltavam cinco jornadas para o fim, por causa da pandemia do novo coronavírus, a prova era liderada pelo Petro de Luanda (54 pontos), seguido do 1º de Agosto (51pts) e menos um jogo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.