Os novos órgãos sociais do Académica Social Escola do Zangado (ASEZ), do emblemático Joaquim Diniz "Brinca N'areia" foram eleitos hoje, para um mandato de quatro anos (2020/2024).

Doravante o clube passa a ser presidido por Carlos Dias Paim, que terá como auxiliarias três vice-presidentes e 11 vogais de direcção.

Em declarações à imprensa, o dirigente desportivo, precisou que vai trabalhar para manter a mística da agremiação, bem como continuar o resgate de novos valores para o futebol angolano, tendo citado o jogador, Show, que saiu dos escalões de formação do ASEZ, para o 1º de Agosto e actualmente a evoluir no Belenenses de Portugal.

Já a mesa da Assembleia-Geral conta na sua presidência com, Sebastião Bento Lourenço, que no mandato passado presidiu o órgão executivo, Manuel Pereira de Ceita (vice-presidente) e Horácio Domingos Fortunato (secretário).

O Conselho de Fiscal será presidido por Januário Francisco Marra, que terá como vogais, Diocleciano Major e José Maria Lima, respectivamente.

Para o órgão de Disciplina foram eleitos Eduardo Machado (Presidente) e Claudino Passos (vogal).

O Conselho de Honra, passa a contar com Archer Mangueira, que cessou o seu mandato na presidência da Assembleia-Geral, Joaquim Diniz “Brinca N'areia”, Joaquim Silvestre, Artur José da Cunha, Lourenço Bento “Adio”, Firmino Dias, entre outras  personalidades.

O ASEZ foi fundado em 3 de Fevereiro de 1963 e participou em vários torneios, com destaque para o emblemático torneio “Cuca”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.