Os clubes angolanos podem beneficiar de verbas provenientes da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), mediante a um inquérito interno para apurar os danos causados pela COVID-19.

Segundo o presidente da Federação Angolana da modalidade, Artur Almeida e Silva, trata-se de uma orientação do órgão reitor do futebol no mundo, mas que ainda não foi disponibilizado qualquer valor para o efeito.

Em declarações quinta-feira à imprensa, em Luanda, após reunião com os clubes, onde foi determinada a anulação do Campeonato Nacional da primeira divisão “Girabola2019/20, disse aguardar por novas orientações da FIFA.

“ Não existe para já uma verba direccionada para os clubes, mas tem um espaço que poderá vir ajudar os mesmos no futuro “ Estamos a aguardar por novos pronunciamentos da FIFA”, reiterou.

O presidente cessante referiu existir entre os fazedores do futebol nacional alguma desinformação relacionada com os dinheiros provenientes da instituição mundial, explicando que todo o valor alocado é alvo de auditoria interna e externa.

Sexta-feira última a Federação Internacional de Futebol Associado anunciou um financiamento de 500 mil euros para cada um dos 211 filiados, para pagamento de seviços e devido aos problemas causados pela pandemia mundial.

O documento refere tratar-se de uma situação urgente e que, excepcionalmente, este ano, o valor anual será atribuído de forma completa, ao invés de em dois momentos, como tem sido norma.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.