O antigo futebolista angolano Flávio Amado estará presente na gala de eleição do melhor futebolista africano de 2019 (28.ª edição), a ter lugar esta terça-feira, na cidade egípcia de Hurghada, para a qual concorrem o egípcio Mohamed Salah, o senegalês Sadio Mané, ambos do Liverpool, e o argelino Riyad Mahrez, do Manchester City.

Ex-goleador do Al Ahly, do Egipto, e do Petro de Luanda, Flávio foi um embaixador do futebol angolano além-fronteiras, com realce para a conquista da Liga dos Clubes Campeões Africanos em 2005, para a participação no Mundial de Clubes da FIFA de 2006 com o clube egípcio, e presença no Mundial da Alemanha, em 2006, onde marcou o único golo de Angola na prova.

Flávio Amado foi, por isso, convidado pela Confederação Africana de Futebol (CAF) a marcar presença na gala desta terça-feira. É a segunda vez que a CAF convida um angolano, depois de Gilberto Amaral na edição anterior.

O camaronês Samuel Eto'o foi o primeiro a ser coroado melhor jogador africano em quatro ocasiões (2003, 2004, 2005 e 2010), um recorde igualado pelo costa-marfinense Yaya Touré, que ganhou em 2011, 2012, 2013 e 2014.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.