O presidente da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), Gianni Infantino, incentivou a antiga internacional de futebol feminino Irene Gonçalves a prosseguir com o trabalho de captação e expansão de novos talentos do género.

O facto aconteceu durante o jantar de despedida do líder do órgão mundial do futebol e  deveu-se ao engajamento da ex futebolista na criação, massificação do sector no clube 1º de Agosto e a nível nacional, informou hoje à Angop a própria.

Segundo  a atual responsável para o futebol feminino do 1º de Agosto, Infantino referiu que o desenvolvimento do sector feminino angolano é uma das prioridades da FIFA, pelo que desafiou a antiga goleadora a manter o trabalho de revitalização  do sector.

Por outro lado, Irene Gonçalves mostrou-se feliz pelo apoio financeiro de seis milhões de dólares e outras regalias disponibilizados pelo órgão reitor do futebol mundial, mas argumentou que o sucesso do resultado deste investimento dependerá da gestão da FAF que tem a responsabilidade de conduzir e controlar a dotação financeira vinda da FIFA.

Desde que o futebol feminino ressurgiu, em 2013, tem se debatido com falta de campeonatos nacionais e patrocínio para sua expansão e manutenção dos equipamentos.

Para selar a responsabilidade com o futebol feminino nacional, Gianni Infantino deixou a Angola a bola da final do campeonato mundial feminino disputado em Julho último em França.

Durante a visita de dois dias  ao país, Gianni Infantino foi recebido pelo Presidente da Republica, João Lourenço, reuniu-se com o governador da província de Luanda, Luther Rescova, com membros da FAF e visitou o campo de São Paulo, no distrito Urbano do Rangel, que será o futuro centro de treinamento para as seleções nacionais dos escalões de formação.

Terminada a visita em Angola, o responsável máximo da FIFA segue para o Congo Brazzaville com a mesma finalidade, acompanhado do presidente da Confederação Africana da modalidade (CAF), Ahmad Ahmad, e do ex-internacional camaronês Samuel Eto'o.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.