Neste primeiro jogo da fase de grupos, os tricolores já poderão contar com os avançados Tony, Yano e Jacques Tuyissengue, impossibilitados de disputar as eliminatórias por motivos administrativos.

Os três figuram entre os melhores marcadores da equipa do “Eixo-viário” no Girabola2019/20, pelo que serão fundamentais na contenda de sábado (dia 30), às 20h00, no estádio Lucas Masterpieces (28,900 lugares), em Pretória.

“Tivemos uma preparação razoável para este jogo. O grupo sabe o que irá encontrar, na África do Sul, uma equipa campeã africana, mas a luta será pelos três pontos”, frisou o técnico Toni Cosano, na antevisão da partida.

Esse embaixador angolano na "Champions League" disputou pela última vez a fase de grupos desta competição africana há dezoito anos, depois de em 2001, ter sido eliminado, nas meias-finais, por este mesmo Mamelodi Sundows, aos penaltis, por 3-5.

No primeiro jogo, os petrolíferos, orientados pelo brasileiro Djalma Cavalcanti (já falecido), perderam no terreno do adversário por 0-2, e venceram pelo mesmo resultado, no estádio Nacional da Cidadela.

Para esta operação estão convocados: Gerson, Élber, Wilson, Dany, karanga, Musah, Diógenes, Tó Carneiro, Eddie Afonso, Herenilson, Além, Isaac, Yano, Jacques Tuyissengue, Danilson, Megue, Dolly, Job e Tony.

Além do Petro e Mamelodi Sundows, o grupo C é integrado pelo vice-campeão africano - o Wydad de Casablanca (Marrocos) -, treinada pelo antigo técnico do 1.º de Agosto, Zoran Maki, e o Usma da Argélia. O 1º de Agosto é o outro representante de Angola na Liga dos Clubes Campeões de África.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.