Bruno de Carvalho voltou às redes sociais para reagir à decisão do juiz Carlos Delca, de levar os 44 arguidos a julgamento no caso Alcochete.

O ex-presidente do Sporting coloca em causa "as provas produzidas" e fala mesmo em "vexame público".

"Conseguiram! A minha vida está irremediavelmente destruída. Nada nem ninguém pode resolver isso. É tarde demais. Que protejam agora pelo menos as minhas filhas e a minha restante família. Elas não aguentam mais este exercício vil de vexame, calúnia e difamação. Já se percebeu que não vão parar e que a minha destruição não chega. Têm de me colocar num calabouço qualquer e esquecer a chave, na esperança que a sociedade me esqueça e que deixem bem vincado a todos de que quem se meter com o sistema é apagado totalmente!".

Veja o post

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.