Thomas Kahlenberg, antigo internacional dinamarquês e ex-jogador de Hvidovre, Auxerre, Évian, Wolfsburg e Brondby é um dos 10 infetados pelo novo Coronavírus na Dinamarca, segundo avança a imprensa local.

O dinamarquês terá 'apanhado' o vírus numa viagem a Amesterdão e já levou à quarentena que várias pessoas, incluindo jogadores.

Isto porque Kahlenberg esteve a assistir ao Brondby - Lyngby, da Liga Dinamarquesa, no passado domingo e teve contato com 17 pessoas, entre elas quatro jogadores: três do Lyngby (Kasper Jörgensen, Martin Ornskov, Patrick da Silva) e um do Brondby (Joel Kabongo).

Também o diretor do Brondby, Ole Palma, está entre os que se encontram em quarentena depois de ter tido contato com Kahlenberg.

Entretanto, o Brondby anunciou que um total de 13 membros da equipa dinamarquesa estão de quarentena devido ao surto de Covid-19, após Thomas Kahlenberg ter testado positivo.

O quarto classificado da Liga dinamarquesa confirmou hoje, em comunicado, o diagnóstico positivo de Kahlenberg, hoje com 36 anos, e o contacto do antigo médio da seleção da Dinamarca com jogadores e equipas técnicas também obrigou à quarentena de 14 dias a vários membros do Lyngby e dos campeões holandeses Ajax, em que joga o português Bruno Varela.

Depois de uma visita a Amesterdão, Kahlenberg assistiu ao encontro entre Brondby, que tem o adjunto Martin Retov e o defesa Joel Kabongo entre os 13 isolados, e o Lyngby, no domingo.

Segundo fonte do Brondby explicou à BBC, Kabongo encontrou-se com o antigo jogador após o encontro e ambos se cumprimentaram, algo que se estende a vários membros do ‘staff’ e ao diretor Ole Palma.

No outro clube dinamarquês, Martin Ornskov, Kasper Jorgensen e Patrick da Silva estão de quarentena, uma medida também aplicada a Christian Poulsen, antigo jogador do Liverpool e agora treinador adjunto do Ajax, que também não conta com dois elementos do departamento de fisioterapia.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou 3.385 mortos e infetou mais de 98 mil pessoas em 87 países e territórios, incluindo 13 em Portugal.

*Notícia atualizada às 15h30

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.