Fatih Terim, treinador da seleção turca, abandonou o seu cargo na equipa nacional, duas semanas após ter estado envolvido em desacatos, numa cidade turística do país, anunciou esta quarta-feira a Federação Turca de Futebol (TFF) em comunicado.

“Alguns problemas não relacionados com o futebol desgastaram o nosso selecionador de futebol Fatih Terim e a administração da Federação Turca de Futebol”, comunicou a TFF.

O treinador, de 63 anos, que já dirigiu clubes como o turco Galatasaray e os italianos Fiorentina e AC Milan, foi filmado durante um confronto com o proprietário de um restaurante.

“Os dois lados concordaram que seria mais saudável a desvinculação”, acrescentou o organismo de futebol turco.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.