A FIFA enviou uma carta a Nantes e Cardiff recomendando uma conciliação entre franceses e galeses relativa ao pagamento da transferência do futebolista Emiliano Sala, vítima mortal da queda de um avião, revelou hoje a entidade.

"Confirmamos que foi enviada uma carta às partes em nome da presidente da Comissão do Estatuto do Jogador", disse à agência de notícias AFP fonte oficial da FIFA.

O jogador argentino, que tinha 28 anos, morreu em 21 de janeiro aquando da queda do avião que o transportava, que se terá avariado em pleno voo sobre o canal da Mancha. Sala viajava de Nantes para Cardiff, depois de ter assinado pelo clube galês.

Após a morte de Sala, o Cardiff decidiu não pagar os 17 milhões de euros acordados com o Nantes para a transferência do atleta, o que levou os franceses a avançar com o caso para a FIFA.

Agora, a Comissão do Estatuto do Jogador, órgão da FIFA presidido pelo sul-africano Raymond Hack, concedeu aos clubes 10 dias para chegarem a uma solução consensual. Sem o acordo dos clubes, a comissão emitirá uma sentença, que poderá ser alvo de recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.