O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, lamentou hoje a morte de Vítor Campos, antigo jogador da Académica, endereçando votos de pesar à família e ao clube.

"Em nome da FPF apresento o mais sentido lamento pela morte de Vítor Campos, antigo internacional português e figura ímpar da Académica e do futebol nacional. (...) Neste momento de grande tristeza e dor, envio à sua família e ao clube os meus votos de profundo pesar", lê-se em nota publicada pela federação.

Fernando Gomes define o antigo internacional português como uma "personalidade incontornável da Briosa, futebolista de alto nível e médico reputado", sublinhando que "foi como homem de valores e de causas que deixou um legado insubstituível".

O antigo futebolista internacional português Vítor Campos, que se notabilizou na Académica, faleceu na quinta-feira, aos 74 anos.

Natural de Torres Vedras, Vítor Campos licenciou-se em medicina pela Universidade de Coimbra e fez toda a carreira de futebolista na ‘Briosa’, onde jogou entre 1963 e 1976, tendo participado em 345 jogos, muitos deles como capitão.

O antigo extremo, que completaria 75 anos na segunda-feira, participou em duas finais da Taça de Portugal, em 1967 e 1969, e integrou a equipa dos ‘estudantes’ que foi vice-campeã nacional em 1966/67.

O corpo do antigo jogador vai estar em câmara ardente a partir da tarde hoje no Estádio Cidade de Coimbra e o funeral realiza-se no sábado, a partir das 10:00, em Coimbra.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.