O futebolista argentino Lionel Messi, o piloto campeão de Fórmula 1 britânico Lewis Hamilton e a ginasta norte-americana Simone Biles venceram hoje os Prémios Laureus para desportistas do ano, numa gala realizada em Berlim.

No Veri Music Hall, Messi e Hamilton dividiram o prémio para desportista masculino, enquanto Biles venceu o terceiro prémio feminino nos últimos quatro anos, nas categorias principais.

Os Laureus distinguiram também o ciclista colombiano Egan Bernal, de 23 anos, o primeiro homem da América Latina a vencer a Volta a França, em 2019, como a Revelação do Ano.

O prémio dedicado a ações sociais foi para o South Bronx United, dos Estados Unidos, enquanto a piloto alemã Sophia Florsch recebeu o prémio de melhor recuperação, com os prémios para desportos de ação a recaírem sobre Chloe Kim, no snowboard, pela segunda vez consecutiva.

O galardão para atletas com deficiência foi para a ucraniana Oksana Masters, enquanto a formação de cricket da Índia de 2011, campeã do mundo, recebeu o prémio de melhor momento desportivo dos últimos 20 anos.

A cerimónia reconheceu também o antigo jogador de basquetebol alemão Dirk Nowitzki, pela trajetória desportiva, além da seleção de basquetebol espanhola do mesmo desporto, pelo feito excecional nos primeiros 20 anos do milénio.

Lista de premiados nos Laureus:

Desportista masculino do ano: Lewis Hamilton (GB) e Lionel Messi (Arg).

Desportista feminina do ano: Simone Biles (EUA).

Equipa do ano: Seleção masculina de râguebi da África do Sul.

Revelação do ano: Egan Bernal (Col).

Recuperação do ano: Sophia Florsch (Ale).

Desportista do ano em desportos de ação: Chloe Kim (EUA).

Desportista com deficiência do ano: Oksana Masters (Ucr).

Melhor momento 2000-2020: Vitória no Mundial2011 da seleção de cricket da Índia.

Feito 2000-2020: Evolução da seleção espanhola de basquetebol.

Prémio carreira: Dirk Nowitzki (Ale).

*Notícia atualizada às 21h22.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.