A Associação Nacional dos Treinadores de Futebol (ANTF) mostrou-se preocupada com o facto de várias SAD já terem recorrido ao regime do lay-off para fazer face às consequências financeiras da pandemia da COVID-19.

"Os portugueses têm vindo a assistir a lamentáveis episódios de clubes e SAD´s que, unilateralmente e ao arrepio do diálogo que deve existir, decidiram avançar para o lay off, com recurso a uma fundamentação altamente duvidosa", pode ler-se num comunicado.

A ANTF considera que essas medidas "desconsideram e desrespeitam os treinadores de futebol, assim como todos os funcionários dessas estruturas".

"Lamentavelmente, e apesar de já terem recebido as receitas provenientes dos direitos televisivos relativos ao mês de março, conforme noticiado na comunicação social, receia a ANTF que se esteja a verificar um aproveitamento indevido e imoral da crise que o país enfrenta por parte de algumas daquelas SAD, designadamente com o recurso indevido ao regime do lay-off, por forma a procederem ao seu saneamento financeiro, à custa dos seus treinadores, em particular, e dos trabalhadores, em geral", pode ler-se no comunicado publicado.

A ANTF acrescenta que está, juntamente com os treinadores, disponível para dialogar com vista a um acordo, mas que a "lamentável e censurável ânsia pelo protagonismo e aproveitamento por parte de alguns vetou qualquer possibilidade de um entendimento amplo e abrangente".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.