Em França, o Lyon, com o português Anthony Lopes na baliza, goleou hoje o Toulouse, por 5-1, na 27.ª jornada da Liga francesa, em que segue na terceira posição.

Quanto ao Lille, regressou aos triunfos, com 1-0 em casa ante o Dijon, num jogo em que Rafael Leão e José Fonte foram titulares, e Rui Fonte entrou na parte final.

Nos outros jogos desta ronda, em que o Paris Saint-Germain venceu em casa do Caen (2-1) no sábado, o Guingamp, de Pedro Rebocho, continua afundado no 20.º e último lugar, depois de um empate sem golos frente ao Nantes.

O Mónaco, comandado por Leonardo Jardim, recuperou de uma desvantagem de dois golos para empatar 2-2 na visita ao Angers, na 27.ª jornada da Liga francesa de futebol. Depois de triunfos caseiros consecutivos, por 1-0 frente ao Nantes e 2-0 com o Lyon, que permitiram à equipa deixar a zona de despromoção, o Mónaco, com os portugueses Gelson, Rony Lopes e Adrien Silva no 'onze', conquistou novo resultado positivo, agora em casa de rival mais bem classificado.

Em Itália, a Juventus, com Cristiano Ronaldo e João Cancelo de início, praticamente resolveu a questão do título italiano, após vencer, por 2-1, em casa do perseguidor Nápoles, de Mário Rui (que não saiu do banco napolitano), que assim ficou a 16 pontos, à 26.ª jornada. O craque português não marcou.

Em Génova, frente à equipa dos portugueses Miguel Veloso, de fora, e Pedro Pereira, no banco, o Frosinone esteve reduzido a dez jogadores desde os 34 minutos, mas conseguiu segurar o nulo, embora se mantenha em zona de descida (17.º).

Mais cedo, Bruno Alves marcara no empate 3-3 do Parma na visita ao Empoli.

O fim de semana ficou ainda marcado pela saída do treinador português Miguel Cardoso do Celta de Vigo, em Espanha. O técnico, de 46 anos, assumiu o Celta de Vigo em 26 de novembro, à 13.ª jornada, substituindo o treinador argentino Antonio Mohamed e num momento em que a equipa seguia no 14.º lugar, quatro pontos acima da linha de descida.

O percurso dos galegos não melhorou, pelo contrário, com a equipa – que nos últimos dez jogos tem oito derrotas -, a estar no 17.º lugar, um acima da despromoção, com mais dois pontos do que o Villarreal.

Continuando no país vizinho, o Betis, com William Carvalho no ‘onze’, também deu um passo atrás nas aspirações à Liga dos Campeões, com derrota caseira 1-2 com o Getafe, inesperado quarto classificado.

No clássico espanhol, o Barcelona bateu o Real Madrid por 1-0. No lance decisivo, o croata tabelou com Sergi Roberto, que ‘roubou’ a titularidade a Nelson Semedo (entrou aos 90+2) na lateral direita, e correu para a baliza, picando a bola sobre Courtois, para impor o quarto desaire caseiro da temporada ao Real Madrid.

André Silva foi titular, mas não conseguiu evitar a derrota do Sevilha por 2-1 em casa do Huesca, último classificado, podendo assim perder o sexto lugar para o Betis e a Real Sociedad, respetivamente a um e dois pontos.

Na Premier League,aA sempre difícil visita ao rival Everton, orientado por Marco Silva, em Goodison Park consumou a saída do Liverpool da liderança da Liga inglesa, com um empate (0-0) que deixa os ‘reds’ atrás do campeão Manchester City.

Nas ‘contas’, o empate coloca quase quatro meses depois o City na liderança, com a equipa do português Bernardo Silva – que no sábado venceu na visita ao Bournemouth (1-0) -, a ter um ponto de vantagem.

Mais cedo, o Watford, com Domingos Quina no banco, garantiu a vitória nos descontos (90+2), quando Andre Gray fez o 2-1 diante do Leicester, que teve Ricardo Pereira a titular.

Na Bundesliga, o Bayern de Munique goleou em casa do Borussia Moenchengladbach, por 5-1, e ‘colou-se’ ao Borussia Dortmund na liderança do campeonato. Renato Sanches entrou aos 80 minutos.

O português Gonçalo Paciência, que entrou nos dez minutos finais, esteve em bom plano, ao dar nos descontos a vitória ao Eintracht Frankfurt diante do Hoffenheim (3-2), no seu golo de estreia na competição. O avançado, que regressou no final de novembro aos relvados, após uma paragem por lesão no menisco, já tinha marcado um golo em agosto, mas na primeira ronda da Taça da Alemanha, competição em que o Eintracht foi eliminado.

Por fim, na Ucrânia, o Shakhtar Donetsk, orientado por Paulo Fonseca, garantiu a vitória na primeira fase do campeonato de futebol da Ucrânia, após triunfo por 1-0 em casa do Chornomorets, na 20.ª jornada.

Fora de velho continente, no México, O Cruz Azul, treinado pelo português Pedro Caixinha, venceu no sábado na receção ao Necaxa, por 2-1, depois de quatro jogos sem vencer.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.