Em Inglaterra, o Everton, orientado por Marco Silva, venceu este domingo o Arsenal, em jogo da 33.ª jornada da liga inglesa de futebol, com um golo de Jagielka, que entrou no ‘onze’ à última hora, devido a lesão de Michael Keane.

Com o português André Gomes entre os titulares, o Everton chegou ao único golo da partida aos 10 minutos por intermédio de Phil Jagielka, regressado de uma lesão contraída no final de fevereiro e chamado a jogo após a lesão de Keane no aquecimento.

Já nas meias-finais da Taça de Inglaterra, o Manchester City, com Bernardo Silva no onze, garantiu no sábado o apuramento para a final da Taça de Inglaterra depois de bater o Brighton por 1-0. Gabriel Jesus marcou o único golo da partida.

Na outra meia-final, o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo perdeu no prolongamento frente ao Watford e não vai à final de Wembley. Os 'wolves' estiveram a vencer por 2-0, depois dos golos apontados por Matt Doherty (36´) e Raul Jimenez (62´). Mas num final louco, o Watford conseguiu forçar o prolongamento, depois dos tentos de Gerard Deulofeu (79´) e Troy Deeney (G.P 90´). Já no prolongamento, Deulofeu bisou ao minuto 104.

Na Bundesliga, o Eintracht Frankfurt, adversário do Benfica na Liga Europa, venceu no sábado no terreno do Schalke 04, por 2-1, com o golo do triunfo a aparecer praticamente no último lance da partida, em jogo da 28.ª jornada da liga alemã de futebol.

O avançado sérvio Jovic (emprestado pelo Benfica), aos 90+9 minutos, de grande penalidade, deu a vitória à formação de Frankfurt, que manteve assim a quarta posição da Bundesliga, num encontro em que contou com o português Gonçalo Paciência a partir do arranque da segunda parte.

Mesmo com este triunfo, o Eintracht manteve-se a três pontos do Leipzig, terceiro classificado, que foi vencer ao campo do Bayer Leverkusen, por 4-2, num jogo em que deu a volta ao marcador.

Bruma foi suplente não utilizado no Leipzig, que chegou ao intervalo em desvantagem, com Havertz a bisar para o Bayer e o austríaco Sabitzer a fazer o golo dos forasteiros.

Em França, Paulo Sousa estreou-se nas vitórias como treinador do Bordéus, e após dois empates para a Liga francesa de futebol conseguiu ganhar na sexta-feira ao histórico Olympique de Marselha, por 2-0.

Já o Mónaco, de Leonardo Jardim, empatou (1-1) no sábado no terreno do Guingamp, num encontro da 31.ª jornada da liga francesa de futebol em que a formação do técnico português fugiu à derrota nos descontos.

Aos 90+3 minutos, depois de um ‘festival’ de oportunidades falhadas, o avançado montenegrino Jovetic salvou o Mónaco do desaire na casa do novo último classificado da prova e manteve a equipa de Leonardo Jardim sete pontos acima da zona de despromoção, no 16.º lugar.

Adrien Silva, Gelson Martins e Rony Lopes foram titulares no Mónaco, enquanto Rebocho entrou de início no Guingamp e fez a assistência no golo da sua equipa, aos 23 minutos, marcado pelo camaronês Eboa.

O Dijon protagonizou a surpresa da ronda, ao vencer por 3-1 no campo do Lyon, terceiro classificado, e perdeu o estatuto de lanterna-vermelha da competição.

Com Anthony Lopes na baliza, o Lyon chegou à vantagem logo no primeiro minuto, por Terrier, mas o Dijon deu a volta ainda antes dos 10 minutos, aos cinco e sete, com um ‘bis’ do avançado Said. Um autogolo de Rafael, aos 65, confirmou o surpreendente triunfo dos forasteiros.

No domingo, o Lille foi empatar a uma bola na visita ao Reims. Depois de uma primeira parte equilibrada, o internacional português José Fonte colocou o Lille em vantagem aos 55 minutos, num cabeceamento imparável na sequência da marcação de um pontapé de canto.

Mas, aos 78 minutos, a formação da casa alcançou o empate, graças a um golo apontado pelo francês Remi Oudin, que já leva 10 golos marcados em 30 participações na liga francesa.

Com este resultado, o Lille - que viu Rafael Leão entrar no desafio aos 70 minutos, ao passo que Rui Fonte foi suplente não utilizado - fica com 61 pontos, enquanto o Reims segue em sexto com 47 pontos.

O Nantes de Edgar Ié perdeu em Toulouse por 1-0, mas jogou em inferioridade numérica a partir dos 17 minutos, após expulsão do brasileiro Andrei Girotto. O Nice venceu o Montpellier de Pedro Mendes por 1-0.

Em Espanha, o Getafe confirmou ontem o estatuto de equipa surpresa do campeonato espanhol de futebol e manteve-se em lugar de acesso à Liga dos Campeões, após bater em casa o Athletic Bilbau, por 1-0, na 31.ª jornada.

O lateral português Antunes foi titular na equipa da casa, que chegou ao triunfo graças a um golo do suplente Angel, aos 78 minutos, e continua inesperadamente a lutar por um lugar na ‘Champions’ da próxima temporada.

O Getafe está no quarto lugar com um ponto de vantagem sobre o Sevilha, que se isolou no quinto posto, após vencer no terreno do Valladolid, com dois golos tardios. Daniel Carriço foi o capitão, e André Silva suplente utilizado dos forasteiros, que chegaram à vitória com remates certeiros de Mesa, aos 84 minutos, e El Haddadi, aos 90+2.

Destaque ainda para o Bétis, que venceu em casa o Villarreal, por 2-1, com William Carvalho a titular. O argentino Lo Celso bisou para a formação de Sevilha, que segue no nono posto, a três pontos dos lugares europeus.

Em Itália, o Nápoles empatou 1-1 frente ao Génova, apesar de jogar em superioridade numérica a partir dos 28 minutos. Stefano Sturaro, que a Juventus tinha emprestado ao Sporting e entretanto foi devolvido devido a longa lesão, teve uma entrada dura e viu o vermelho direto, obrigando Miguel Veloso e Pedro Pereira a trabalhos redobrados.

Aos 34 minutos, Dries Mertens rematou de fora da área, colocando os napolitanos na frente, contudo, o sérvio Darko Lazović (45+3) rematou de primeira, sem deixar cair a bola, e empatou ainda antes do intervalo.

Mário Rui ainda entrou no Nápoles aos 76 minutos, contudo os esforços da equipa esbarraram sempre na qualidade do guarda-redes romeno Radu.

Inter e Atalanta empataram-se (0-0) na corrida à Liga dos Campeões de futebol, facto desaproveitado pela Lazio, surpreendida em casa pelo Sassuolo (2-2).

Com João Mário e Cedric no banco, os ‘nerazzurri’, de Luciano Spalletti, dispuseram das melhores oportunidades, contudo foram ineficazes e assim somaram apenas um ponto, ficando com 57.

A Juventus venceu, este sábado, o AC Milan por 2-1 na 31.ª da Série A e pode sagrar-se campeão no domingo. Sem Cristiano Ronaldo que recupera da lesão, a 'vechia signora' ainda esteve a perder depois de um golo de Piatek, mas a Juve deu a volta no segundo tempo com golos de Dybala (G.P) e de Kean.

Na Grécia, o Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, foi ao terreno do Panetolikos vencer por 5-0 e manteve-se a 10 pontos do PAOK Salónica, que lidera a liga grega de futebol, na 27.ª jornada.

O guarda-redes José Sá e o extremo Podence foram titulares no Olympiacos, enquanto Gil Dias foi lançado na segunda parte e fez a assistência para o quinto golo, de Elabdellaoui. O Panetolikos contou com Pedro Amaral a titular e Frederico Duarte como suplente utilizado.

O Olympiacos continua na segunda posição a 10 pontos do PAOK, embora tenha menos um jogo.

A formação de Salónica, com Vieirinha e Sérgio Oliveira, recebeu e venceu o Lamia, por 3-0.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.