O presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Ahmad Ahmad, foi hoje ouvido pelas autoridades francesas, anunciou a FIFA, que já pediu que sejam fornecidas ao seu Comité de Ética informações relevantes sobre as declarações prestadas.

O organismo que rege o futebol mundial indicou apenas que o interrogatório abordou “questões relacionadas com o mandato de Ahmad Ahmad na CAF”.

Segundo a revista Jeune Afrique, Ahmad foi interrogado durante a manhã sobre “a quebra unilateral por parte da CAF do contrato com o fabricante alemão de equipamentos Puma”.

Ahmad Ahmad está em Paris, onde na quarta-feira decorreu o 69.º congresso da FIFA, durante o qual Gianni Infantino foi reeleito presidente do organismo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.