Carlos Pinto, presidente do Sporting, terá aceitado desistir da queixa-crime contra o Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, devido aos incidentes que ocorreram depois do Sporting-Arouca, no dia 6 de novembro de 2016, que terminou com vitória dos 'leões' por 3-0.

A informação é avançada pelo Jornal de Notícias, que dá conta que um acordo foi alcançado, ficando Bruno de Carvalho obrigado a pedir desculpas publicamente a Carlos Pinto ou, caso não o faça, a pagar seis mil euros ao presidente do Arouca.

O jornal afirma que acordo ainda terá de ser homologado pelo tribunal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.