O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) assumiu o apoio à recandidatura de Fernando Gomes à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), hoje anunciada, frisando que durante os mandatos “muito foi feito”.

“Muito foi feito pelo atual presidente da FPF para profissionalizar, desenvolver e modernizar o futebol português desde a sua base”, pode ler-se numa mensagem de apoio do organismo presidido por Joaquim Evangelista.

Em 2016, o dirigente já tinha apoiado a recandidatura de Gomes, que hoje revelou estar na corrida pelo próximo mandato, até 2024, e o SJPF renova o apoio devido ao trabalho de certificação, capacitação do futebol de formação, pelos resultados conseguidos, pela sustentabilidade financeira e “apoio inestimável a todas as estruturas governativas do futebol nacional”.

Outros pontos referidos prendem-se com o futebol feminino, o esforço de formação de agentes desportivos e a investigação no campo da saúde, bem como “o reconhecimento internacional e a influência que granjeia na UEFA”.

Após o anúncio de Fernando Gomes, os presidentes das associações de Angra do Heroísmo, Paulo Gomes, da Horta, Eduardo Pereira, de Ponta Delgada, Robert DaCamara, e da Madeira, Rui Marote, também já assumiram o apoio à sua recandidatura.

Fernando Gomes, de 67 anos, anunciou hoje a recandidatura a um terceiro período enquanto presidente da FPF.

Atualmente, cumpre o segundo mandato, depois de ter concorrido sem oposição às eleições de 04 de maio de 2016, alcançando 92% dos votos, e de ter sido eleito pela primeira vez em 10 de dezembro de 2011, ao derrotar Carlos Marta por 10 votos (46 contra 36), sucedendo a Gilberto Madail na presidência da FPF.

“Com o mesmo sentido de missão do primeiro dia, apresentarei as linhas orientadoras para essa candidatura durante o primeiro trimestre do ano”, revelou Fernando Gomes.

Antes de assumir a presidência da FPF, Fernando Gomes liderou a Liga de Clubes de Basquetebol, foi dirigente do FC Porto, entre 1994 e 2010, e presidiu à Liga Portuguesa de Futebol Profissional, entre 2010 e 2011.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.