O Ingolstadt, clube da segunda divisão alemã, vai utilizar no domingo, frente ao Paderborn, camisolas com uma mensagem antissemita, depois de o seu capitão, o israelita Almog Cohen, ter recebido ameaças nas redes sociais.

Na 26.ª jornada da 2. Bundesliga, o Ingolstadt, último classificado da prova, vai ter escrito nas suas camisolas a mensagem “Extrema-direta? Só em 4-3-3”, de acordo com uma publicação que o clube efetuou hoje na sua página oficial na rede social Twitter.

Em 08 de março, também através do Twitter, Almog Cohen recebeu uma mensagem de um adepto do Union Berlin, em que diz que o jogador de 30 anos é um “judeu selvagem” e que devia estar preso numa “jaula”.

Isso ocorreu horas depois do triunfo do Union sobre o Ingolstadt, por 2-0, num encontro com oito cartões amarelos e dois cartões vermelho, um deles mostrado a Cohen.

A mensagem foi reencaminhada para a polícia alemã, que está a investigar o caso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.