O jovem avançado norueguês Erling Haaland tornou-se hoje no primeiro suplente utilizado a marcar três golos na estreia na Liga alemã de futebol, após ter contribuído com um ‘hat-trick’ para a reviravolta do Borussia Dortmund em Augsburgo.

Haaland, de 19 anos, foi lançado pelo técnico Lucien Favre aos 56 minutos da partida, numa altura em que o Borussia perdia por 3-1, tendo marcado três tentos em 23 minutos e contribuído para a reviravolta da sua equipa, que acabou por vencer por 5-3, para a 18.ª jornada da ‘Bundesliga’.

O avançado, contratado este mês ao Salzburgo, por 20 milhões de euros, tornou-se ainda no segundo mais jovem de sempre a marcar um ‘hat-trick’ no principal escalão germânico, sucedendo a Walter Bechtold, que em 20 novembro de 1965, com 18 anos, marcou três golos pelo Eintracht Frankfurt numa partida diante do Borussia Neunkirchen.

O internacional norueguês é também o sétimo jogador a marcar um ‘hat-trick’ no jogo de estreia na ‘Bundesliga’, algo que não acontecia desde agosto de 2013.

Na altura, o avançado internacional gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, atual jogador do Arsenal, estreou-se na Liga alemã precisamente ao serviço do Borussia Dortmund e logo com três tentos ao Augsburgo (4-0), tal como aconteceu hoje com Haaland.

Além de Haaland e Aubameyang, também o checo Martin Fenin (pelo Eintracht Frankfurt, em 2008), o brasileiro Adhemar (Estugarda, 2001), Olaf Marschall (Dinamo Dresden, 1993), Hermann Ohlicher (Estugarda, 1973) e Engelbert Kraus (Munique 1860, 1963) alcançaram o feito.

Também hoje, o médio Giovanni Reyna, do Borussia Dortmund, tornou-se no norte-americano mais jovem de sempre a estrear-se na ‘Bundesliga’, com 17 anos e dois meses e cinco dias, superando em seis meses o compatriota Christian Pulisic, que também representou a formação amarela, entre 2014 e 2019.

Reyna, que esta semana foi promovido dos juniores ao plantel principal do Borussia, depois de ter sido contratado ao New York City FC no início desta época, é filho do antigo internacional norte-americano Claudio Reyna, que envergou a camisola de clubes como Bayer Leverkusen, Wolfsburgo, Glasgow Rangers, Sunderland e Manchester City.

Apesar de ser internacional sub-17 pelos Estados Unidos, Giovanni Reyna possui passaporte inglês e também português, uma vez que a avó paterna era portuguesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.