O Leipzig, adversário do Benfica na Liga dos Campeões, obteve hoje a sua maior vitória de sempre no campeonato alemão (o clube foi criado em 2009 e disputa o primeiro escalão desde 2016), ao ‘esmagar’ o Mainz com oito golos sem resposta.

O atacante Timo Werner foi o homem do jogo, ao apontar um 'hat trick' (30, 48 e 87) e a fazer três assistências, e os restantes golos do encontro foram anotados pelo austríaco Marcel Sabitzer (05), pelo francês Christopher Nkunku (30), por Marcel Halstenberg (39), pelo dinamarquês Yussuf Poulsen (44) e pelo também gaulês Nordi Mukiele (50).

Com este triunfo, o Leipzig ocupa o terceiro posto, em igualdade com o Bayern, e viu os dois clubes que ocupam os lugares cimeiros da tabela, mantendo-se a quatro pontos do líder Borussia Mönchengladbach e a um do Borussia Dortmund.

O Borussia Dortmund bateu o Wolfsburgo por 3-0, com golos do belga Thorgan Hazard (52), do internacional luso Raphael Guerreiro (58) e de Gotze (88), enquanto o líder foi a casa do Bayer Leverkusen vencer por 2-1.

O sueco Ozcar Wendt deu vantagem aos visitantes, aos 18 minutos, Volland empatou para o Bayer, aos 25, e o francês Marcus Thuram, aos 37, decidiu o encontro a favor da equipa comandada por Marco Rose.

Por seu turno, o Werder Bremen empatou 2-2 em casa com o Friburgo, depois de ter estado em vantagem até aos 90+3. O kosovar Milot Rashica adiantou a formação caseira aos nove minutos, mas Nils Petersen restabeleceu a igualdade aos 28.

Após o intervalo, o checo Theodor Gebre Selassie voltou a dar vantagem ao Werder Bremen, aos 59, e, quando parecia que os três pontos já não iam fugir, Petersen bisou na partida, três minutos depois dos 90 e deu um ponto para os homens do Friburgo, que segue na quinta posição com 18 pontos. O Werder Bremen está no 12.º lugar com 11 pontos.

Ainda hoje, Union e Hertha protagonizam o primeiro dérbi entre as duas equipas de Berlim na Bundesliga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.