Niko Kovac, treinador do Bayern Munique, explicou esta quinta-feira que a multa de 10 mil euros que havia sido aplicada a Renato Sanches, afinal, nada tem a ver com as declarações após o jogo com o Hertha Berlim, nas quais reforçou a sua vontade de sair do clube.

Segundo explicou o técnico ao jornal 'Abendzeitung München', a sanção está relacionada com o facto de o português ter abandonado a Allianz Arena sem efetuar o treino obrigatório pós-jogo.

"Houve uma multa, é verdade. Mas não é por aquilo que o Renato disse depois do jogo. Foi somente porque ele não fez os exercícios que ocorreram depois do jogo. Aqueles que não jogaram treinaram com o preparador físico Holger Broich depois do apito final, de forma a fazer uma ativação corporal. Ele já estava no balneário, tomou banho e foi para casa. Foi por causa disso que foi multado. Foi apenas um treino que ele não fez. E isso não pode passar sem uma punição", esclareceu Kovac.

O treinador dos bávaros, de resto, diz compreender a frustração de Renato Sanches. "O facto de estar desapontado faz parte. O Renato é um miúdo fantástico. Percebo-o e percebo o que está a sentir", vincou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.