A maioria das equipas da primeira divisão da ilha do Maio garante ter feito "grandes investimentos", com o objectivos de vencer o título do campeonato regional que arranca hoje, com o jogo entre o Morrense e a Académico 83.

A partida está agendada para 16:00 deste sábado, no estádio municipal , prevendo-se para domingo , às 14:00, o jogo entre as equipas de Real Marítimo e Santana. Mais tarde, pelas 16:00, vão subir ao relvado as equipas da Académica do Maio e Onze Unidos.

A época desportiva na ilha do Maio este ano está a prometer ser renhida, tendo em conta que a maioria das equipas fizeram grandes investimentos para vencerem o título que, nos três últimos anos, foram ganhos pela equipa do Académico 83.

Segundo o treinador do Académico 83, campeão em título, Fernando Jorge da Graça, a sua equipa está motivada para revalidar o título, uma vez que, lembrou, durante a taça tiveram uma "boa participação", desempenho que lhes dá a garantia de que o campeonato vai ser ainda "mais bem disputado".

A admitiu, entretanto, que este ano vai haver mais equilíbrio, destacando "os grandes investimentos" realizados pelos clubes para esta época.

"Não vamos fugir ao que tem sido o nosso hábito, que é entrar para ganhar. Por isso, o nosso objectivo é revalidar o título, tanto do campeonato como da taça Djamai", frisou.

Por seu lado, o presidente da Académica do Maio, Alécio Furtado, assegurou que ao longo do ano tem vindo a procurar financiamento para conseguir montar "uma boa equipa", tanto a nível de atletas como a nível de logística.

Justificou a aposta com o facto de, na ilha todas as equipas estão a investir para conseguirem melhores resultados.

"Hoje em dia, participar ou ganhar o campeonato regional requer meios financeiros. Caso contrário , perdes a confiança dos adeptos e mesmo dos atletas, que hoje em dia estão a exigir melhores condições e para tal é preciso que a equipa tenha meios financeiros, principalmente nós que somos do interior, que somos obrigados a deslocarmo-nos ao estádio municipal para os treinos",lembrou.

A equipa técnica de Barreirense, na pessoa de Hércules Frederico, disse que a sua equipa fez uma boa prestação durante a taça Djarmai, pelo que estão motivados para vencer cada jogo e no final vencer o título que lhes escapa há vários anos.

O Barreirense, que no ano passado teve uma participação muito aquém do habitual, decidiu investir este ano em mais atletas, originários das regiões norte e sul de Santiago, para atingir o objectivo que é, segundo os seus responsáveis, ganhar o campeonato regional.

As restantes equipas, Santana de Morrinho, Onze Unidos e Morrense, todas reforçaram o plantel com mais jogadores vindos de Santiago, com o objectivo de saírem vencedores desta prova, pelo que se prevê um campeonato competitivo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.