A edilidade portonovense decidiu aumentar, esta temporada, o subsídio aos clubes oficiais de futebol em Santo Antão – Sul e promete disponibilizar, antes do arranque das competições, metade do apoio, para viabilizar a participação das equipas nas provas.

Os clubes de futebol nesta região desportiva, que dizem passar, nesta altura, por “uma situação financeira difícil” haviam admitido, semana passada, dificuldades para iniciar, a partir deste mês Dezembro, as competições, sem o subsídio da câmara do Porto Novo.

Praticamente, todos os clubes inscritos, esta temporada, para as provas queixam-se de “dificuldades” para participar nas competições, que arrancam a 14 deste mês, razão pela qual tinha exortado a autarquia para disponibilizar o subsídio antes do início dos jogos.

Num encontro com o presidente da câmara, Aníbal Fonseca, no início desta semana, ficou decidido o aumento, esta época, do subsídio de 100 mil escudos para 120 mil escudos para cada equipa, face às dificuldades dos clubes, além de outras compensações por objectivos.

Em Santo Antão – Sul, a maioria dos clubes depende, essencialmente, dos subsídios da câmara do Porto Novo para participar nas competições.

De acordo com o orçamento da câmara municipal, as equipas e as associações desportivas oficiais na região desportiva de Santo Antão – Sul devem, ao longo da temporada 2019/2020, receber do executivo quase dois mil contos em subsídios e prémios.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.