Joel de Castro é o primeiro treinador português a orientar um clube de futebol em Cabo Verde, o Spartak do Fogo, a conquistar o título regional logo na estreia e o direito a disputar o campeonato nacional.

Antes de chegar a Cabo Verde, Joel Castro, 30 anos, natural de Castelo Branco, fez parte da equipa técnica da equipa do Sporting de Pombal e do Vieirense.

O técnico assinou contrato com o Spartak do Fogo por uma temporada, com mais uma de opção, assumindo que quer deixar a sua marca no clube cabo-verdiano.

Ao conquistar o campeonato regional logo no ano de estreia, ganhou direito a disputar o campeonato nacional, a maior prova de clubes do país que arranca no próximo dia 09 de maio.

O Spartak do Fogo está inserido no Grupo A da prova, juntamente com as equipas do Paulense (Santo Antão Norte), Académica do Porto Novo (Santo Antão Sul), a Académica 83 (Maio) e Académica (Boavista).

Falta apenas apurar o segundo representante da ilha de São Vicente, que será precisamente o primeiro adversário do Spartak, e que participa na prova porque o campeão Mindelense estava entretanto já apurado para o nacional de futebol.

O Mindelense, que se sagrou campeão regional em São Vicente, está no Grupo B, juntamente com as equipas do Boavista (Santiago Sul) e Académico do Sal, faltando definir os representantes das regiões desportivas de Santiago Norte, São Nicolau e Brava.

A primeira fase do campeonato nacional de futebol em Cabo Verde é disputada num sistema de todos contra todos, em que os dois primeiros classificados apuram-se para as meias-finais, fase em que os jogos já serão a eliminar e a duas mãos.

O Mindelense, bicampeão, é a equipa que conquistou mais títulos na história da prova (16), seguida do Sporting da Praia (11), que este ano não marca presença no campeonato.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.