A selecção cabo-verdiana de futebol defronta esta tarde a sua congénere de Moçambique no Estádio Nacional, em jogo da segunda jornada do Grupo F de qualificação para o CAN’2021, com olhos posto na sua primeira vitória.

Cabo Verde vem de um importante empate alcançado quarta-feira, 13, em Yaoundé frente aos Camarões, mas a equipa nacional de Moçambique, conhecida por Mambas, chega à cidade da Praia moralizada após vencer no seu reduto a selecção do Ruanda por 2-0, com tentos apontados por Telinho e Mexer, todos na primeira parte do encontro.

Para o jogo desta tarde, num derby lusófono, tanto o seleccionador cabo-verdiano Rui Águas como o técnico moçambicano, Luís Gonçalves, ambos portugueses, estão focados na conquista dos três pontos, mas o timoneiro da equipa crioula mostrou-se confiante após as três sessões de treinos, para almejar os primeiros três pontos.

Com a decisão do Governo em decretar tolerância de ponto na ilha de Santiago, a partir das 13:00, espera-se uma grande moldura humana no Estádio Nacional, de forma que o factor casa possa ser determinante para o sucesso dos Tubarões Azuis, nome por que é conhecida a selecção de Cabo Verde.

Os bilhetes, de acordo com a Federação Cabo-verdiana de Futebol, já estão à venda esta segunda-feira, dia do jogo da selecção nacional de futebol, no Estádio da Várzea, toda a manhã, e a partir das 10:00 nos arredores do Estádio Nacional ao preço de 500 escudos para tribuna, 200 escudos para Banca Este e de 100 escudos nas duas bancadas localizadas atrás das balizas.

Cabo Verde está obrigado a vencer Moçambique, para colar-se aos Camarões, equipa organizadora do CAN’2021, que este domingo bateu o Ruanda por 1-0 em partida da segunda jornada, realizada no Estádio Nyamirambo, em Kygaly, capital ruandesa, tendo sido o único golo da partida apontado aos 71 minutos pelo médio Ngalameu.

O jogo Cabo Verde x Moçambique vai ser dirigido por um trio equipa de arbitragem da Nigéria comandada por Joseph Odey Ogabor, ao passo que Efosa Celestino Igudia e Isan Usman farão o papel de árbitros auxiliares.

A Confederação Africana de Futebol (CAF) indigitou Patience Madu Ndidi (Nigéria) como quarto árbitro e Abdellah Aboulkacem, do Marrocos, como o comissário desta partida.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.