O 1.º de Agosto e o Petro de Luanda conhecem, no próximo dia nove de outubro, os seus adversários da fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos em futebol, em sorteio a realizar-se na sede da CAF, no Cairo (Egipto).

Angola, Tunísia, Egipto, Argélia, República Democrática do Congo e Marrocos terão dois representantes cada, enquanto a África do Sul, Zimbábue, Zâmbia e Sudão terão apenas um.

Serão formados quatro grupos constituídos por quatro equipas cada, apurando-se para os quartos-de-final as duas primeiras classificadas de cada grupo.

Equipas qualificadas

1.º de Agosto, Petro de Luanda (Angola), Esperance de Tunis, ES Sahel (Tunísia), Al Ahly, Zamalek (Egipto), USM Alger, JS Kabylie (Argélia),TP Mazembe, AS Vita (República Democrática do Congo), Wydad de Casablanca, Raja Casablanca (Marrocos), Mamelodi Sundowns (África do Sul), FC Platinum (Zimbábué), Zesco United (Zâmbia), Al Hilal (Sudão).

O tetra-campeão nacional atingiu domingo a fase de grupos, apesar da derrota, em Luanda, por 0-1, diante do Green Eagles da Zâmbia, beneficiando da vitória no terreno do adversário, por 2-1.

Os “Agostinos” têm como missão repetir a proeza da edição de 2018, em que chegaram às meias-finais, fase em que foram afastados pelo Esperance de Tunis, muito por culpa do árbitro zambiano Janny Sikazwe, que teve uma actuação tendenciosa. Na edição de 2018/19 os angolanos foram eliminados na primeira pré-eliminatória pelo AS Otoho, do Congo Brazzaville.

Será a terceira presença dos "militares" numa fase de grupos da “Champions” africana, depois da estreia em 1997.

Já o vice-campeão nacional (Petro de Luanda) qualificou-se para a fase de grupos, dezoito anos depois, ao empatar sexta-feira a um golo no terreno do Kampala City, depois de uma igualdade a zero na primeira mão.

Em 2001, na sua última presença, chegaram até às meias-finais, etapa em que foram eliminados pelo Mamelodi Sundows, aos penalties, por 3-5.

O campeão em título é o Esperance de Tunis, da Tunísia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.