Bandeiras por tudo quanto é canto, jovens já com as famosas e barulhentas vuvuzelas e um povo ávido de futebol foi o que se constatou nas primeiras horas de hoje nas ruas da cidade de Suez, palco, a partir desta segunda-feira, dos jogos do grupo E do CAN2019, que decorre no Egipto.

Contrariamente ao habitual, a cidade acordou com as ruas cheias, com movimentações constantes de peões e automobilistas, situação só vista em períodos noturnos.

Durante uma reportagem da Angop, os jornalistas foram várias vezes questionados sobre o jogo Angola - Tunísia (18h) e, inclusive, convidados a tirar fotografias.

Notou-se que os egípcios estão com Angola, talvez devido à rivalidade com os tunisinos nesta zona do Magrebe.

Conversas sobre futebol dominavam o ambiente nos cafés abertos mais cedo e as bandeiras das 24 nações espalhadas pelas ruas deixam antever casa cheia nos dois jogos desta noite.

A cidade portuária de Suez, localizada no Nordeste do Egipto e com uma extensão de 250,4 quilómetros quadrados, tem uma população estimada em 744 mil e 189 habitantes (dados de 2018).

O estádio, com nome idêntico ao da cidade (Suez), é um recinto multiusos construído em 1990, com capacidade para 27 mil espectadores, menos 23 mil que o recinto oficial do combinado nacional, o 11 de Novembro, em Luanda.

Angola e Tunísia abrem as hostilidades às 18 horas e, às 21h, será a vez do Mali - Mauritânia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.