A seleção de Cabo Verde de futebol faz esta sexta-feira o segundo e último treino de adaptação ao Estádio da Machava, em Maputo, com vista a jogo de sábado com a sua similar de Moçambique.

O selecionador cabo-verdiano, Rui Águas, continua insistir na necessidade de Cabo Verde, líder destacado da prova, adiantar a qualificação para a fase final do campeonato Africano das Nações (CAN) 2015, o quanto antes, ainda que admite encontrar um adversário “forte e muito difícil”.

Rui Águas diz esperar um jogo muito difícil, porquanto coloca frente a frente as duas únicas equipas invictas neste grupo F de qualificação (Cabo Verde soma duas vitórias e Moçambique regista dois empates), mas acredita que Cabo Verde tem equipa para regressar com os três pontos de Machava.

Enquanto isto, o timoneiro moçambicano, João Chissano, disse que “Cabo Verde tem a melhor seleção do grupo”, pelo que espera encontrar um adversário muito difícil, mas avisa que os “Mambas”, nome por que é conhecida a seleção de Moçambique, joga para ganhar no seu reduto para pressionar a liderança cabo-verdiana e entrar na corrida ao apuramento.

João Chissano desvaloriza o facto da Confederação Africana de Futebol (CAF), ter deslocado o jogo do Estádio Zímpeto para Machava, afirmando mesmo que jogar no Estádio da Machava, edificado em 1968, pelo Governo português, no município da Matola, cria mais dificuldades às equipas adversárias.

Chissano foca atenções no aprimoramento técnico-tático, bem como o aperfeiçoamento da finalização, para suprimir a lacuna verificada no jogo anterior, diante do Níger, em que se registou um empate a uma bola.

O jogo entre as seleções de Moçambique e Cabo Verde, referente a terceira jornada do Grupo F, será realizado as 15h30 horas locais (12h30 de Cabo Verde), no Estádio da Machava, com capacidade para 45 mil espectadores, sendo que na outra partida do Grupo, a Zâmbia recebe o Níger.

Os dois conjuntos lusófonos voltam a defrontar-se quatro dias mais tarde, ou seja, quarta-feira, 15, desta feita em partida para a quarta jornada no Estádio Nacional, na Cidade da Praia.

Cabo Verde comanda com seis pontos, seguido de Moçambique com dois, ao passo que Zâmbia a Moçambique partilham o terceiro posto com um ponto cada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.