O antigo capitão da seleção angolana de futebol, Carlos Alonso "Cali" disse hoje à Angop que a "chave" da qualificação dos Palancas Negras para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN2015), em Marrocos, depende dos dois jogos com a similar do Lesotho, nos dias 10 e 15 de outubro, em Maseru e Luanda.

Depois das presenças nos CAN de 96 (África do Sul), Burkina Faso’98, Egipto2006, Ghana2008, Angola2010, Gabão/Guiné Equatoria2012 e África do Sul2013, Cali diz que há necessidade de continuar a hastear a bandeira de Angola entre as 16 melhores nações do continente.

"Tenho plena certeza que em caso de vitórias nesta operação, Angola vai relançar a sua candidatura à qualificação para o CAN do próximo ano. Os dois primeiros classificados vão jogar entre si e também irão ceder pontos", lembrou.

Quanto aos últimos desenvolvimentos relacionados com as ausências de jogadores nas convocatórias e outros casos administrativos, Cali garante que em momento algum vão influenciar no terreno, face à experiência do treinador Romeu Filemon e de alguns atletas como Chara, Gilberto e tantos outros que saberão contornar esta situação.

Na tabela classificativa, Angola ocupa o quarto e último lugar do grupo C, sem pontuar. Burkina Faso tem seis pontos, Gabão tem quatro e Lesotho contabiliza um ponto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.