O treinador-adjunto da seleção nacional de futebol de Cabo Verde disse hoje, na Cidade da Praia, que a equipa vai estar “coesa e unida” para o jogo do próximo domingo, dia 24, contra o Lesoto.

Lito Aguiar fez essa constatação em conferência de imprensa, antes do segundo treino do combinado nacional, que contou somente com as ausências de Djaniny e Nivaldo “Tax”.

“Com mais elementos no treino ficaremos mais fortes e mais unidos e é com essa união que chegaremos a domingo preparados para o jogo com o Lesoto”, notou.

Questionado se não há ansiedade no seio o grupo devido à importância desta partida, Lito Aguiar disse que poderá haver aquele “nervo miudinho”, mas garantiu que todos os jogadores já estão habituados a grandes palcos e com jogos com grandes seleções.

“Mesmo nos seus clubes estão habituados a grandes jogos e são jogadores com um andamento suficiente para não ter grandes ansiedades e se tiver faz parte do jogo”, frisou Lito Aguiar.

O adjunto de Rui Águas pediu o apoio dos adeptos e prometeu a ambição dos jogadores e da equipa técnica em vencer esta partida, lembrando que “se o Lesoto está no segundo lugar é porque tem qualidade”.

Por sua vez, o capitão Marcos Soares, fez saber que a motivação dos jogadores está no “máximo”, adiantando que o jogo está a ser preparado da melhor forma, para no domingo colocarem em prática o que o treinador pediu durante a semana.

Marcos Soares disse que como um dos mais experiente do grupo vai tentar passar tranquilidade e confiança aos mais jovens, “principalmente para que acreditem que Cabo Verde tem valor e qualidade suficientes para vencer qualquer selecção, “seja em casa, seja fora”.

O médio do Feirense, de Portugal, considerou que este jogo “é muito importante” uma vez é a sua ultima oportunidade de jogar mais um Campeonato Africano das Nações que, segundo ele, será mais uma oportunidade para valorizar o nome de Cabo Verde.

Para isso, Marco Soares apelou à presença em massa dos cabo-verdianos no Estádio Nacional para a apoiar a “seleção de todos nós”, declarando que está convicto de que Cabo Verde vai conseguir os três pontos frente ao Lesoto.

O jogo Cabo Verde-Lesoto conta para a sexta e última jornada do Grupo L de qualificação para o CAN2019, que se realiza no Egipto, e Cabo Verde para se qualificar está obrigado a vencer e esperar que o Uganda, líder e já qualificado, não perca na sua deslocação à Tanzânia.

Um possível triunfo dos tanzanianos inviabiliza qualquer possibilidade dos “Tubarões Azuis”, nome pelo qual é conhecida a seleção cabo-verdiana, marcarem presença no Campeonato Africano das Nações, mas Cabo Verde tem a seu favor o facto do Uganda jogar a sua invencibilidade e de poder fazer história para se se qualificar sem qualquer golo sofrido.

O Uganda, já apurado, lidera o Grupo L, com 13 pontos, seguido de Tanzânia e Lesoto com cinco pontos cada, ao passo que Cabo Verde está na cauda da tabela classificativa, com quatro pontos em cinco jogos.

O CAN2019 vai ser disputado de 15 de Junho a 13 de Julho, no Egipto, país que substituiu os Camarões, que inicialmente acolheriam esta edição da Taça Africana das Nações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.