O selecionador de futebol de Cabo Verde disse, esta segunda-feira, 22, na cidade da Praia, que, “como adversário, não lamenta” a saída de Abel Xavier do comando técnico de Moçambique.

A seleção de Moçambique integra o Grupo F de apuramento para a CAN´2021, juntamente com Cabo Verde, Camarões e Ruanda.

Rui Águas, que falava aos jornalistas à margem do treino da seleção dos jogadores residentes, esclareceu, no entanto, que como amigo “lamenta”, mas que, por outro lado, como adversário “não lamenta”, por Abel Xavier ser um treinador com “valor”.

Para Rui Águas vai ser “difícil” Moçambique encontrar um outro treinador com o perfil do antigo internacional português.

Abel Xavier anunciou esta segunda-feira, 22, a saída do comando técnico da seleção de Moçambique, cargo que ocupava desde 2016, tendo falhado a qualificação para as duas últimas edições do Campeonato Africano das Nações (CAN).

Cabo Verde e Moçambique integram o grupo F de qualificação para o CAN 2021, juntamente com as congéneres dos Camarões e do Ruanda, conforme o sorteio realizado na semana passada no Egipto, pela Confederação Africana de Futebol (CAF).

Os jogos da fase de grupos começam no próximo mês de Novembro e a fase final vai acontecer em Camarões.

Cabo Verde já esteve presente em duas fases finais do CAN, sendo o primeiro em 2013, na África do Sul, e o segundo na Guiné- Equatorial, em 2015.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.