O ministro da juventude e Desportos de Angola, Gonçalves Muandumba, encorajou esta quinta-feira, em Luanda, a selecção nacional angolana de futebol a dar todo o seu saber no intuito de trazer um bom resultado frente a congênere da República Democrática do Congo, para as qualificativas ao CAN2017 do Gabão.

Em declarações à imprensa, por ocasião da visita de cortesia que efectuou no último dia de treino dos Palancas Negras, no Centro de Estágio do Benfica de Luanda, o governante incentivou os jogadores que é preciso acreditar e terem o espírito de missão e patriotismo, para conseguirem aguentar a pressão do adversário durante o jogo.

O responsável convidou a Nação para que no dia do desafio junta-se no mesmo espírito, com o intuito de transmitir aos representantes do país todo calor e afecto de todos os angolanos, mesmo a distância.

Gonçalves Muandumba frisou que apesar de que o adversário ter o favoritismo, na medida de jogar em casa e por ser o campeão do recente CHAN, não há jogos iguais e pela qualidade dos jogadores angolanos podem fazer um bom resultado se acreditarem.

O ministro passou também a equipa técnica e jogares a mensagem de que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, desejou uma boa viagem e um bom trabalho ao grupo e que no regresso Angola venha com um resultado satisfatório, que é manter a liderança do grupo B.

A selecção nacional parte ao palco do jogo nas primeiras horas de sexta-feira, com os 23 jogadores como confirmou o seleccionador nacional, José Kilamba, numa conferência de imprensa, que teve antes no mesmo recinto.


Angola lidera o grupo, com quatro pontos, seguida da RD Congo e República Centro-Africana, com três cada, e Madagáscar, com um.