Marcelo Bielsa voltou a mostrar porque é um treinador diferente. Conta o jornal inglês 'The Guardian' que o técnico do Leeds mandou os jogadores apanharem todo o lixo que houvesse nas imediações do centro de estágio Thorp Arch, na semana passada.

Conhecido como 'El Loco', o técnico argentino dos 'peacocks' terá perguntado aos responsáveis do clube quanto tempo, em média, os adeptos da equipa tinham de trabalhar para comprar um bilhete para um jogo do Leeds no Championship.

Ora, foi-lhe passado a informação que os adeptos teriam de trabalhar, em média, três horas para ter dinheiro para um jogo da equipa. Foi exatamente esse o tempo em que os jogadores estiveram a recolher o lixo nas imediações do centro de estágio da equipa. Bielsa queria mostrar aos seus atletas os sacrifícios que os adeptos fazem para mostrarem a sua paixão pelo clube. A iniciativa também serviu para fortalecer o espírito de grupo, num contexto completamente diferente do que os jogadores enfrentam normalmente.

Não se sabe se teve efeito ou não mas a verdade é que o Leeds United iniciou o Championship com uma vitória frente ao Stoke City por 3-1.

A iniciativa de Bielsa teve grande impacto em Inglaterra e, depois da vitória sobre o Stoke, o 'The Guardian' foi recuperar as palavras do técnico aquando da sua chegada à Elland Road.

"O Leeds é um clube maior do que aquilo que mereço", afirmou, na altura, o técnico de de 63 anos.

"Quando Bielsa chegou ao Leeds a 15 de junho para substituir Paul Heckingbottom tornou-se rapidamente claro que o clube não seria mais o mesmo", escreve o 'The Guardian'.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.