Arturo Vidal saiu em defesa de Lionel Messi, que este sábado viu  o segundo cartão vermelho da sua carreira, na partida contra o Chile, da Copa América. O argentino acabou por não aceitar a medalha de terceiro classificado e no final do jogo deixou críticas à arbitragem da prova, que foram corroboradas pelo chileno.

"A Argentina foi bastante prejudicada no jogo com Brasil, foi injusto. A nós aconteceu-nos o mesmo quando nos mandaram para um hotel a duas horas do estádio", afirmou Vidal.

Messi acabou por ser expulso aos 37 minutos da partida contra o Chile, num confronto com Medel que o árbitro decidiu punir com vermelho direto para os dois.

"O árbitro quis ser mais importante que o próprio espetáculo. Como é que se expulsam os dois capitães por se empurrarem um bocado? Foi um momento quente, mas eles nem tocaram na cara um do outro, não foi assim tão sério. Não podia ser cartão vermelho", reforçou o médio do Barcelona.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.