A 27 de junho de 1992, o Atlético de Madrid disputava a final da Taça do Rei frente ao Real Madrid em pleno Estádio Santiago Bernabéu com Paulo Futre a 'encarnar' os maiores pesadelos dos 'merengues' com uma exibição memorável e um golo de antologia.

O antigo internacional português fez o 2-0 aos 29 minutos da primeira parte já depois do golo inaugural do alemão Bernd Schuster aos 7 minutos. No final do jogo, Paulo Futre recebeu o troféu das mãos do próprio Rei de Espanha num momento simbólico para o internacional luso apelidado carinhosamente pelos 'colchoneros' como 'el português'.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.