As declarações de Gerard Piqué no final do jogo da Taça do Rei contra o Real Madrid, que o Barcelona venceu por 3-0, caíram mal junto do presidente da liga espanhola Javier Tebas.

O defesa central do Barcelona disse que, "se as televisões de Madrid dedicassem menos tempo a falar do VAR e mais a falar do julgamento injusto aos presos políticos, talvez este país estivesse melhor".

A resposta não se fez esperar e Javier Tebas aproveitou para deixar um 'reparo' ao capitão do Barcelona.

"Gerard [Piqué] é um grande futebolista, um grande central mas de justiça percebe pouco. Não há presos políticos neste país, há pessoas que tentaram cometer um delito de rebelião segundo o Ministério Público e vão ser julgados por isso. Insisto, grande jogador, grande empresário de desporto mas mau jurista", atirou Javier Tebas.

Quem gostou das palavras de Piqué foi Carles Puigdemont, ex-presidente da Generalitat, que recorreu às redes sociais para agradecer o apoio do atleta do Barcelona.

"Extraordinário. Obrigado, Piqué pelo compromisso e pela coragem", escreveu Carles Puigdemont no Twitter.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.