Milhares de adeptos do Flamengo estavam otimistas e a fazer uma grande festa dentro e fora do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, antes da Taça Libertadores de futebol, na qual defrontam o River Plate.

Com o jogo de Lima a ser transmitido em ecrãs gigantes dentro do estádio, muitos milhares de adeptos juntaram-se para ver o encontro, com a festa a começar ainda fora do recinto do Rio de Janeiro.

Renan Ferreira Damacena, de 32 anos, contou à Lusa que viu todos os jogos da Taça Libertadores do Flamengo no Maracanã e não poderia ser diferente na final.

"Decido vir aqui hoje porque vim a todos os jogos aqui no Maracanã e hoje não seria diferente. Acho que vai ser um jogo difícil, mas vamos ganhar sim e se Deus quiser o Bruno Henrique vai marcar dois golos e vai dar tudo certo", disse.

O 'flamenguista' também contou que torce pelo ‘Fla’ esta equipa desde muito jovem por influência do seu pai e de seu padastro.

Já a adepta Mariana Lima Pereira, de 19 anos, que cantava nas bancadas do Maracanã antes da partida, frisou que resolveu ir ao estádio porque o local é um espaço sagrado para a ‘torcida’ do Flamengo.

"Vai ser um jogão [expressão brasileira para denominar uma partida emocionante], mas acredito que nossa equipa está bem objetiva e concentrada, então confio muito na vitória", frisou a adepta.

Já Shirley Santos Martins, de 42 anos, estava com sua família dentro do estádio porque, todos são apaixonados pela equipa ‘rubro negra’.

"Vim aqui com toda a família torcer pelo nosso 'mengão', e ver que ele será campeão", declarou.

Um adepto que estava na frente do estádio à espera para entrar era Diogo Pereira, de 34 anos, que estava muito otimista e cantava uma música dedicada ao técnico português do Flamengo, Jorge Jesus.

"Flamengo não estava bem, estava em uma fase ruim, contratou um treinador com o nome de Jesus, que organiza nosso ‘time’ [equipa] para tentar ser campeão e trazer muita alegria para a nossa grande nação", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.