O Palmeiras, de Luiz Felipe Scolari, garantiu na terça-feira um lugar nos quartos de final da Taça Libertadores em futebol, ao golear em casa o Godoy Cruz por 4-0, na segunda mão dos ‘oitavos’.

Depois do empate a zero na Argentina, a formação brasileira sentenciou o apuramento na segunda parte, com golos de Raphael Veiga, aos 57 minutos, de grande penalidade, do colombiano Miguel Borja, aos 74, Gustavo Scarpa, aos 84, e Dudu, aos 90+4.

O conjunto comandado pelo ex-selecionador português vai agora jogar o acesso às meias-finais com os compatriotas do Grémio ou os paraguaios do Libertad, que medem forças na quinta-feira, em Assunção, depois do triunfo caseiro dos brasileiros por 2-0.

Nos ‘quartos’, estão também os equatorianos do Liga de Quito, vencedores da prova em 2008, ao empatarem 1-1 no Paraguai, com o Olímpia Assunção, que tinham batido em casa por 3-1.

A formação forasteira marcou primeiro, aos 20 minutos, por Jhojan Julio, que seria expulso aos 48, enquanto William Mendieta faturou para os locais, aos 35, mas, aos 58, desperdiçou um penálti que poderia ter relançado a eliminatória.

O adversário do conjunto do Equador na fase seguinte será, tudo indica, o Boca Juniors, da Argentina, que é hoje anfitrião do Athletico Paranaense, após o triunfo no Brasil por 1-0.

No primeiro encontro da segunda mão dos ‘oitavos’, o guarda-redes Franco Armani foi o ‘herói’ do campeão River Plate, que se qualificou ao bater fora os brasileiros do Cruzeiro por 4-2, no desempate por penáltis.

Depois de dois jogos sem golos, o apuramento decidiu-se na ‘lotaria’, já que esta fase da prova não prevê prolongamento, com os argentinos a superiorizaram-se, muito por culpa de Armani, que parou os pontapés de Henrique e David.

Nos quartos de final, os detentores do cetro vão encontrar o vencedor do embate entre os compatriotas do San Lorenzo e os paraguaios do Cerro Porteño, que se defrontam hoje no Paraguai, depois do empate a zero registo na Argentina.

Quanto aos outros jogos de hoje, destaque para os brasileiros do Flamengo, de Jorge Jesus, que recebem os equatorianos do Emelec, depois do desaire fora por 2-0.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.