Renato Gaúcho não ficou nada satisfeito pela forma como os seus jogadores defenderam, na goleada imposta pelo Flamengo ao Grêmio. Quatro dos cinco golos dos 'Mengão' foram apontados em lances de bola parada, o que irritou muito o treinador do Grêmio.

As melhores imagens do jogo

"Sofremos cinco golos na sequência de cinco erros nossos. Jogámos muito abaixo do que sabemos e podemos, hoje até uma mulher grávida marcava ao Grémio... O Flamengo mereceu a vitória, mas todas as hipóteses que tiveram fomos nós que concedemos. Eles souberam aproveitar. Quando se enfrenta uma equipa com jogadores de nível de seleção brasileira, sabemos que eles não perdoam, quando tiverem oportunidade vão matar. Foi o que fizeram connosco", comentou o técnico da equipa de Porto Alegre, em declarações à imprensa brasileira.

O treinador do Grêmio reconheceu que o Flamengo de Jorge Jesus foi superior e tem melhor equipa.

"O Grémio é um pouco inferior ao Flamengo, quem jogar contra esta equipa apenas a defender, vai acabar por sofrer. Eles vão massacrar-te no teu meio-campo", disse Gaúcho, que já pensa no Brasileirão.

"O resultado foi surpreendente, mas aconteceu. Temos de levantar a cabeça e pensar no campeonato brasileiro. A nossa intenção é colocar o clube entre os quatro primeiros", atirou.

Esta foi a maior goleada em confrontos entre brasileiros na história da Taça Libertadores e a segunda maior goleada numa meia-final da prova, apenas superado pelos 6-0 do Atlético Nacional ao Danubio, em 1989.

Já o Grêmio, sofreu a pior derrota de sempre na prova.

Os cariocas, que ganharam a competição em 1981, estão na sua segunda final da Libertadores, na qual vão defrontar, em 23 de novembro, em Santiago do Chile, os argentinos do River Plate, detentores do título, que afastaram os compatriotas do Boca.

Para o Flamengo, será a segunda final da principal competição da América do Sul, e, para Jorge Jesus, a terceira de uma prova internacional de clubes, depois de duas derrotas pelo Benfica na Liga Europa, com Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14).

Além de estar a um triunfo da final da ‘Champions’ da CONMEBOL, o conjunto do Rio de Janeiro segue destacado na liderança do campeonato brasileiro, 10 pontos à frente do campeão Palmeiras, a 11 jornadas do fim - será o primeiro desde 2009.

Veja o resumo do jogo e os cinco golos do encontro

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.