O Sportfreunde Lotte, do terceiro escalão do futebol alemão, causou hoje sensação na segunda eliminatória Taça da Alemanha, ao eliminar o Bayer Leverkusen no desempate por penáltis (6-5), após o 2-2 no final do prolongamento.

As duas equipas chegaram ao fim do tempo regulamentar empatadas a um golo, tendo o Bayer Leverkusen marcado primeiro por Kevin Volland, aos 25 minutos, e o Sportfreunde Lotte igualado aos 47, através de um autogolo de Robert Hilbert.

O mesmo Volland bisaria já em período de prolongamento, aos 95 minutos, mas a equipa visitada restabeleceu o empate aos 105+1, forçando o recurso aos penáltis para se decidir quem seguia em frente na prova.

Depois de terem falhado os dois primeiros penáltis, os visitados pareciam condenados a ‘morrer na praia’, mas marcaram os restantes quatro, acabando por eliminar um ‘grande’ da Alemanha.

Outra surpresa foi protagonizada pelo Sandhausen, do segundo escalão, que foi vencer no terreno do Friburgo, da primeira divisão, ao impor-se nos penáltis por 4-3, depois de um empate a três golos no final do tempo regulamentar, o qual se manteve no prolongamento.

O Borussia de Moechengladbach, atual 10.º classificado da ‘Bundesliga’, venceu por 2-0 na receção ao Estugarda, quarto da II Liga alemã, mas o resultado não traduz as dificuldades sentidas pelos visitados, que se adiantaram no marcador aos 31 minutos por Fabian Johnson.

No entanto, o Estugarda, com o internacional português Carlos Mané a titular, deu forte réplica e esteve perto, várias vezes, de restabelecer o empate, mas o Borussia acabou por arrumar a questão a seis minutos do fim do tempo regulamentar, por Lars Stindl, contra a corrente do jogo.

Por seu lado, o Hertha de Berlim, atual terceiro classificado da ‘Bundesliga’, cumpriu ao vencer no terreno do Saint-Pauli, do segundo escalão, por 2-0, tal como o Hamburgo, que goleou fora por 4-0 o Hallescher, do terceiro escalão.

Meia surpresa esteve para acontecer na receção do Eintracht Frankfurt, atual sétimo classificado do principal campeonato, ao Ingolstad, 17.º e penúltimo, depois do nulo que se verificava no final do prolongamento. No desempate por penáltis, o Eintracht qualificou-se com 4-1.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.