O defesa Bruno Alves lembrou, em entrevista à revista russa Sovietsky Sport, o Portugal-Espanha, do Euro2012, em que acabou por atirar uma grande penalidade à barra.

«O Nani veio pedir-me para marcar a quarta grande penalidade. Por isso trocámos. Mas não creio que isso tenha tido influência em mim, foi à barra, acontece, foi um acidente», sublinhou o internacional luso, que acrescentou que «Portugal foi a única equipa a bater-se de igual para igual com a Espanha».

«Se não fosse pelos penalties podíamos ter chegado à final», conclui.

Bruno Alves revelou, ainda, que até ao momento não teve nenhuma proposta e que vai permanecer no Zenit de São Petersburgo.

«Há muitos rumores na imprensa, mas até ao momento não soube de nenhuma oferta de outros clubes. O meu agente não me disse nada. O meu contrato com o Zenit é válido por mais dois anos, por isso o que eu quero é lutar pela titularidade e ser campeão russo», disse

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.